Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

É Desporto

Alex Guerrero. O homem que está a abalar os Patriots

guerrero.jpg

Sócio e amigo de Tom Brady foi proibido de frequentar as instalações da equipa de New England e de viajar com a equipa. Guerrero é um defensor de medicinas alternativas, tinha acesso a outros jogadores e tem um passado manchado por promoção enganadora de produtos. 

 

Hora de dizer basta

 

Bill Belichick e Tom Brady são a dupla treinador-quarterback com mais sucesso na história do futebol americano. Com cinco títulos na Super Bowl, num total de sete finais, a relação entre os dois tem sido praticamente imaculada desde que o treinador apostou no jovem quarterback após a lesão de Drew Bledsoe.

 

Mas agora, mais de uma década e meia depois, um novo interveniente pode pôr tudo em causa. Chama-se Alex Guerrero, é um defensor de medicinas alternativas e é um grande amigo e sócio de Tom Brady.

 

O acesso de Alex Guerrero aos Patriots era praticamente ilimitado. Andava pelo balneário, viajava com a equipa e, com o passar do tempo, começou a aconselhar outros jogadores dos Patriots. Mas agora Belichick decidiu que era hora de dizer basta e revogou-lhe todos os privilégios.

 

Parceria em 2013

guerrer1.png

Tom Brady tem quarenta anos e já manifestou o objetivo de continuar a jogar até aos 45. Acredita que é capaz, muito por culpa da mudança radical que fez no estilo de vida e de alimentação. Este ano lançou um livro a apregoar essa filosofia (TB12) e uma das bases remonta a 2013, quando criou um centro terapêutico com Alex Guerrero.

 

O início foi amigável. A forte ligação de Tom Brady com o proprietário Robert Kraft abriu caminho para que a sede da clínica fosse no complexo construído mesmo ao lado do Gillette Stadium e, durante algum tempo, foram vários os jogadores dos Patriots que procuraram os métodos alternativos apregoados por Guerrero.

 

Era uma extensão dos Patriots. Tinha um gabinete no balneário, viajava com a equipa e tinha credenciais para estar junto ao campo durante os jogos. Agora, tudo mudou. De acordo com uma peça do The Boston Globe, Bill Belichick perdeu a paciência.

 

Tom Brady esquivou-se a comentar a decisão: «Não tenho nada a dizer sobre o assunto, a não ser que o Alex tem desempenhado um enorme papel daquilo que eu sou e sinto-me um sortudo por o ter não apenas como amigo mas também em tudo o resto que temos feito juntos.»

 

Passado duvidoso

 

O quarterback parece ignorar o passado de Alex Guerrero. Em tempos, foi sancionado pelos reguladores federais por apresentar falsas credenciais de médico e por fazer publicidade enganadora a suplementos nutricionais.

 

Alex Guerrero fez publicidade em 2003 a uma bebida que dizia poder curar o cancro, doenças do coração, artrite e diabetes. Foi obrigado a retirar as afirmações.

 

Em 2014, fez publicidade a uma bebida, patrocinada por Tom Brady, que dizia que ajudava a prevenir e a curar concussões. Foi obrigado a retirar as afirmações e a bebida foi retirada do mercado.

 

A gota de água agora parece ter sido a forma como os métodos alternativos apregoados por Guerrero começaram a chocar com as decisões tomadas pelo departamento médico dos Patriots no tratamento de lesões.

 

Bill Belichick já foi confrontado duas vezes com a decisão em conferências de imprensa e recusou-se sempre a comentar, ou mesmo a confirmar, a decisão. «Olha, lá vem outro com fontes», disse esta sexta-feira.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.